Daniel Alonso, o Designer que faz Arte. 

Com vocês, o designer e artista Daniel Alonso, que produz belas gravuras e livros de artista com estampas inusitadas que ele mesmo fabrica.

Quem é você e o que você faz?

Meu nome é Daniel Alonso, sou de São Paulo e sou formado em Publicidade e Design Gráfico. Sou um artista autodidata.

Quando você descobriu que queria ser um artista?

Com aproximadamente 12 anos de idade, ganhei da minha mãe telas e tintas para começar a pintar. A partir de então, não parei mais. Acredito que esse foi o start de tudo; foi o que me levou a ter interesse e querer fazer arte.

Você chegou a estudar artes?

Nunca estudei, sou autodidata.

E como foi esse processo de aprendizado, sendo autodidata?

Minha formação em Design Gráfico me auxiliou na criação de um olhar estético e crítico. Além disso, sempre busquei experimentar técnicas, misturas de tintas e materiais, numa espécie de tentativa e erro. Dessa forma, consegui desenvolver minhas próprias técnicas, mesmo sem um aprendizado formal.

Fale sobre o trabalho que você está produzindo no momento.

Comecei a fazer minhas gravuras com carimbos em 2014. Durante um ano, imprimi quatro sketchbooks com carimbos feitos à mão. Esse foi o embrião do que faço hoje. Meus sketchbooks tornaram-se um exercício diário e são uma grande fonte de experimentação de cores, formatos, texturas e sobreposições. Tanto nos sketchbooks como nas gravuras individuais, a técnica possibilita criar desde padronagens até mesmo o caos impresso com um ar nonsense. É uma espécie de “art brut”, movida pela minha motivação intrínseca em criar combinações inventivas e infinitas das formas dos carimbos e das sobreposições das cores, do caos geométrico e da sutileza das impressões. Cada arte é única, impressa num processo completamente manual.

3, 2017 | Tinta de carimbo sobre papel | 33.5 x 38.5 cm | R$ 350

Você faz os seus próprios carimbos?

Sim,eu construo meus carimbos cortando pedaços de borrachas próprias para impressão (linocut, xilogravura) e colando-os sobre uma base de madeira, geralmente peças de brinquedos.

Fale-me sobre as cores. Você tem um sistema para escolhê-las? O que elas significam para você?

Eu uso almofadas de tinta próprias para carimbo em cores diversas. Como suporte, uso papéis de alta gramatura em diversos formatos e cores. Em alguns impressos, utilizo também hidrocores como background para texturização da obra. O que eu mais gosto é a possibilidade de criar sobreposições das cores e das formas geométricas combinadas. A sobreposição permite efeitos muito legais de cores e texturas, permitindo um aspecto caótico nas impressões.

Qual a sua forma geométrica, o seu carimbo preferido? E por quê?

São as setas, porque o primeiro carimbo que eu fiz foi uma seta. A partir dela, criei várias outras. Acredito que as setas permitem uma composição legal nas minhas obras.

37, 2016 | Tinta de carimbo sobre papel | 52 x 70 cm R$ 750

Para onde você quer ir com a sua arte nos próximos anos, num futuro próximo?

Fazer arte é algo muito precioso para mim. É através das minhas obras que tenho a chance de devolver ao mundo algo significativo. É quando canalizo a mais forte e crua energia que tenho no meu interior. Como um ato de fuga do quotidiano urbano. Quero ter minha arte divulgada, quero vê-la impressa não somente em papel mas também em outros suportes que eu quero pesquisar. Quero ampliar minha técnica e espalhar o colorido das minhas impressões.

Daniel exibirá suas últimas pinturas em nossa exposição Interseções do dia 10 a 16 de Maio na Rua Oscar Freire, 565.

A abertura da exposição acontecera dia 10 de Maio, 17h - 22h. Para ter acesso ao evento, favor mandar RSVP para o email info@focusldn.com